Notícias

Piovani sobre separação de Scooby: “dar pra um pa* novo”

Mesmo morando fora do Brasil, Luana Piovani continua causando furor e expondo a vida pessoal na Internet. Dessa vez a atriz, de 46 anos, estreia a segunda temporada do “Luana É De Lua”, na noite desta quinta-feira (21), e já está dando o que falar na mídia após declarações polêmicas da famosa em torno da separação de Pedro Scooby.+Luana Piovani é proibida de falar em Pedro Scooby
Em conversa com a advogada e amiga Anna Luiza Miranda, Luana contou como foi o fim do casamento com o surfista e como os filhos reagiram a essa separação. Luana e Scooby são pais de Dom, 11, Bem e Liz, 8. Eles se separaram em 2019. “Separar sem filho é outra conversa. Talvez a gente nem precisasse fazer um programa sobre isso, não é mesmo?”. “Mesmo estando resolvida sentimental e interiormente, eu sofro por causa da minha separação diariamente. E [o ex, Pedro Scooby] será para sempre uma pessoa com a qual terei de conviver.”, disse Piovani.
Segundo a atriz, a decisão pelo divórcio ocorreu tudo bem, mas que depois a coisa “degringolou”. ” Chegou esse momento onde meu ex-marido não vai mais fazer a guarda alternada, porque ele voltou a morar no Brasil. Então agora é compartilhada, e as crianças ficam comigo. Então a gente precisava ter o dinheiro organizado, como ia ser. E aí foi dando erro, porque não há muito respeito entre as comunicações. Aí a gente acabou chegando num litígio”, contou.+Luana Piovani cai no choro sobre briga com Pedro Scooby
Vale lembrar que há pouco mais de um mês, ela anunciou que chegou a um acordo com Scooby sobre o pagamento da pensão dos filhos. A atriz também comentou sobre a relação com Dom, filho mais velho: “Eu sou a bruxa. É muito difícil lidar com isso. Mas ele vai crescer, vai fazer 18 anos e vai entender”.+Luana Piovani segura Bíblia e surpreende seguidores com ‘look de ver Deus'
Após vivenciar esse período conturbado, Luana garante que nunca mais vai casar, pois “resolveu seu problema” de libido. Hoje, ela namora Lucas Bittencourt. “É o costume. É a certeza daquele objeto ali, já conquistado, certo o tempo todo. E da falta de ritual e da normalização do que a vida toda foi especial e as pessoas param de tratar como especial. Então eu, agora, com namorado, não tenho mais problema de não ter vontade de trepar. Graças a Deus, porque o cara não tá comigo todo dia. Quando eu encontro, eu tô com saudade. Então não tenho libido baixa”.
“E as outras duas coisas boas [da separação] é você finalmente poder dar pra um pa* novo. É bom demais pegar um boy novo, sentir frio na barriga… Aquela coisa que não tem mais no casamento é tão bom sentir de novo. E a outra coisa é: ninguém deixa de ser mãe, mas quando você se separa, você tem férias de filho.”

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo