Notícias

Para vencer, Clube do Remo deve aumentar a concentração

Para o compromisso desta tarde no que diz respeito aos azulinos, a regra é clara: sair de campo ao final dos 90 minutos frente ao Amazonas-AM com a pontuação máxima assegurada na sua conta. Para atingir essa meta, o grupo de atletas focou exclusivamente nos trabalhos montados para ir com tudo para este embate. Dessa maneira, tudo o que envolve a produtividade foi debatida internamente para a conquista da primeira vitória da equipe nesta edição de Série C.
O goleiro Vinícius, que tem sido alvo de críticas devido a saídas precipitadas da meta que resultaram em gols dos adversários, reforça isso. “A princípio a gente precisa aumentar o nosso nível de concentração. O nosso time é um time que propõe o jogo, que bota a bola no chão, que tem iniciação. Com a bola no pé, a gente vem jogando um futebol de toque de bola, mais agressivo e, sem a bola, a gente precisa ter mais atenção, competir um pouco mais, pra que a gente possa neutralizar esses gols que a gente vem tomando, porque a gente tem um padrão de jogar, temos uma característica muito forte de jogar com a bola, de ter a posse da bola, e sem ela a gente precisa mais atenção para neutralizar o ataque do adversário”, diz o arqueiro.
Um dos pontos que devem ajudar o Leão Azul ao êxito, ao lado do trabalho elaborado na última semana, é o fator casa, onde a equipe segue invicta no Baenão em 2023, com oito triunfos em oito jogos. Assim, o camisa 1 pondera. “Jogar no Baenão é sempre muito bom porque a gente sabe que o estádio vai estar lotado. A pressão do torcedor é sempre muito forte em cima dos adversários e com a torcida nos incentivando, nos apoiando, temos tudo para continuar fazendo grandes jogos, como a gente vem fazendo dentro do Baenão”, diz.
SOBRE O ADVERSÁRIO
Dono da melhor campanha até aqui entre os representantes da região Norte ao figurar na nona colocação, no começo do giro desta rodada da Série C, o Amazonas-AM tem a chance de dar um passo importante na competição nacional ao entrar pela primeira vez na zona de classificação. Para isso, a Onça Pintada precisa passar pelo Clube do Remo, que vive um momento horroroso no gramado, em contraste ao seu desempenho passado, quando venceu bem o América-RN, por 2 a 0, em meio a lances polêmicos.Marcelo Cabo define Clube do Remo para encarar o Amazonas-AM
Para tentar derrubar a invencibilidade azulina no Baenão, que chega a oito jogos de invencibilidade, o time amazonense conta com a presença de alguns valores que conhecem bem o futebol local e o clima no Evandro Almeida, como é o caso de Renan Castro, Fernandinho e Gustavo Ermel, ex-Remo, e Jiménez e Hernández, ex-Paysandu. O atacante Luan Santos, autor de um dos gols na vitória passada, reitera foco para tentar engatar mais um triunfo. “É manter a pegada. A gente sabe que a Série C é muito difícil. Vamos dar seguimento ao trabalho”, destaca.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo