Notícias

Lula sugere aumento de violência ligado a videogames

Durante
uma reunião com ministros e governadores, que foi transmitida ao vivo para a
internet nesta terça-feira (18), o presidente Lula afirmou que os videogames estimulam comportamento violento nas crianças.
Em sua
crítica, Lula destacou que os jogos só ensinam violência e não passam mensagens
positivas às crianças do Brasil.
“Não tem
jogo, não tem game falando de amor. Não tem game falando de educação. É
game ensinando a molecada a matar. É cada vez muito mais morte do que na
Segunda Guerra Mundial. É só pegar o jogo que essa molecada joga. É o meu
filho, é o filho de cada um de vocês”, declarou Lula.O presidente também argumentou que a violência nos games
estaria relacionada ao fato de as crianças jogarem com “gente de outro país” e
que isso resultaria no atual cenário de violência registrado no país.
“Eu duvido que tenha um moleque de oito anos, de nove
anos, de dez anos, de doze anos, que não esteja habituado a passar grande parte
do tempo jogando essas porcarias.
Hoje a molecada joga com gente de outro país. Passam noites jogando e tudo isso
resulta nessa violência no meio de crianças”, finalizou.
É importante ressaltar que não há nenhum estudo que comprove
a relação de aumento da violência com o ato de jogar videogame. O professor
associado a Universidade de Oxford, Andrew Przybylski, estuda mídias digitais e já publicou
uma pesquisa que analisou mais de 1000 adolescentes britânicos
O estudo não encontrou nenhuma ligação entre o tempo jogando e um
possível comportamento agressivo entre os participantes da pesquisa. Este
resultado é consistente com outras pesquisas recentes que mostram pouca — ou
nenhuma — relação entre jogos e violência. 

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo