27.9 C
Breves
26.9 C
Soure

Comerciante cobra dívida de R$ 700 e acaba morto no Marajó

Vítima foi até a casa do devedor cobrar R$ 700, mas, chegando lá, foi recebido a tiros de espingarda. Assassino ainda roubou embarcação e R$ 3 mil.

Ainda é prática comum de muitas pessoas o empréstimo de dinheiro a quem precisa. No entanto, também é comum que muitos deixem de pagar o que devem, provocando situações de conflito.

Um crime brutal chocou moradores da Ilha do Marajó na última terça-feira (12). Um comerciante foi assassinado a tiros por um homem após cobrar o pagamento de uma dívida. O crime ocorreu na zona rural de Portel.

Daniel Paiva de Andrade foi até uma comunidade ribeirinha do município, em uma viagem de cerca de 5h pelo rio. Ele iria cobrar uma dívida de R$ 700, mas, ao chegar no local, foi surpreendido pelo assassino e foi atingido com um tiro de espingarda calibre 12 na nuca. Ele morreu na hora.

Após a execução, o suspeito pegou o barco de Daniel, foi até a casa dele e furtou R$ 3 mil e diversos itens do comércio da vítima, que funcionava no mesmo local.

Além de comerciante, Daniel era mestre maçom da Loja Maçônica Fraternidade e Lavor Brevense-32, em Breves. O perfil do espaço nas redes sociais publicou uma nota de falecimento do homem, considerado um “irmão”.

“Irmão Daniel era um maçom e cidadão muito querido por todos, um pai e um amigo exemplar. Que o Grande Arquiteto do Universo o receba na Glória Eterna. Nossas condolências aos familiares e amigos”, escreveu.

Daniel era casado e tinha duas filhas, de 2 e 5 anos de idade. Segundo informações repassadas pela Polícia Civil, o suspeito de cometer o homicídio já foi identificado, porém ainda não foi localizado. Diligências são realizadas para tentar encontrar o homem.

Fonte: DOL

📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias