Notícias

EMPRESAS NÃO REGISTRAM ACIDEMTES COM EMBARCAÇÕES NO MARAJÓ.

Na manhã da última sexta-feira (14) os passageiros do navio Solimões da empresa Banav foram surpreendidos com a quebra da hélice e ficaram à deriva próximo ao porto de Salvaterra. O acidente, como muitos outros ocorridos com embarcações na região, não foi registrado e não há informações sobre a situação de resgate dos passageiros, ocorrida no mesmo dia.
Por telefone, a empresa Banav informo que o navio Solimões foi substituído pelo Olívio Dutra que passou a fazer o transporte entre Salvaterra e Belém. Sobre o acidente ocorrido, a empresa informou apenas que uma lancha resgatou os passageiros ainda na manhã do acidente.
O fato chegou a ser registrado pelo Extra do Pará que recebeu informações de passageiros sobre a situação ainda quando estavam à deriva. Entretanto, o acidente não teve registro.
De acordo com uma fonte do Extra ligada ao corpo de bombeiros, esses acidentes são comuns na região, porém as empresas privadas preferem acionar rebocadores particulares sem informar a Marinha ou ao Corpo de Bombeiros sobre o ocorrido. A falta de registro de ocorrências deixa a população sem informações estatísticas sobre os acidentes náuticos no Marajó.
Fonte: Extra do Pará.
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo