Notícias

Vídeo: híbrido entre cachorro e raposa é achado no Brasil

O atropelamento de um animal selvagem no Brasil levou a uma descoberta inédita: um híbrido entre um cão doméstico e uma raposa. Este foi o primeiro caso de híbridos entre caninos registrado na América do Sul. Um artigo da revista Animals, no início de agosto, relata que a espécie de raposa pampa conhecida como graxaim (Lycalopex gymnocercus), que é muito comum no Rio Grande do Sul, foi atropelado na cidade de Vacaria.
Após ser resgatado e transferido para o Centro de Conservação e Recuperação de Vida Selvagem da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), pesquisadores notaram que as características fenotípicas do animal não eram compatíveis com nenhuma das espécies de caninos silvestres conhecidas no estado.
As características do bicho chamara a atenção como pele escura, diferente das tonalidades brancas ou avermelhadas das raposas da região, o formato das orelhas e tamanho. O animal também apresentou comportamento estranho, recusando ração, mas latindo como cachorro.VEJA O VÍDEO:
Os pesquisadores decidiram realizar testes genéticos a partir da biópsia da pele do animal, para entender a origem dele. Os resultados comprovaram que o animal é um híbrido entre cachorro doméstico (Canis lupus familiaris) e a raposa do pampa. Os testes genéticos mostraram que a fêmea híbrida possui 39 cromossomos de cachorro e 37 da raposa.
De acordo com os especialistas, a ocorrência de animais híbridos é comum quando realizada entre espécies do mesmo gênero. No entanto, com gêneros diferentes, como o que ocorreu no RS, é extremamente raro.Segundo os autores do artigo, a ocorrência de um híbrido pode ter sido ocasionada pelo efeito dos seres humanos sobre o habitat das espécies selvagens. Com a diminuição das matas, os caninos precisam se aventurar cada vez mais perto de aglomerados urbanos, onde a população de cães domésticos é grande.
Mais pesquisas serão necessárias para comprovar se o indivíduo híbrido é capaz de se reproduzir. A família Canidae é originária da América do Norte e se espalhou em várias espécies ao longo de 40 milhões de anos. Atualmente são 12 gêneros e 36 espécies de animais.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo