Notícias

Vídeo: cientistas filmam plantas conversando e se protegendo

Pesquisadores do Japão descobriram uma lacuna para compreendermos sobre como ocorre uma “conversa” entre plantas: antes, sabíamos como elas enviam mensagens, mas um estudo revela pela primeira vez como elas recebem esses sinais.
Para o estudo, cientistas das universidades de Saitama e Yamaguchi, no Japão, filmaram um grupo de plantas para entender melhor como elas respondiam ao serem banhadas por compostos orgânicos voláteis (COVs), e como elas agem segundos após serem feridas. A pesquisa foi publicada na revista Nature Communications.Conteúdos relacionados:Após 221 anos, espécies de cigarras vão surgir nos EUANasce 1º clone de macaco-reso com transplante de placentaHipopótamo pigmeu nasce em zoológico da República Tcheca Imperceptíveis aos seres humanos, os COVs são sinais aéreos usados entre os vegetais para se comunicar e se proteger. Parecidos com odores, essas sinalizações repelem herbívoros famintos e atraem os inimigos naturais desses animais.
Segundo o estudo, “plantas intactas percebem esses COVs como sinais de perigo para se defender ou se preparar para responder a estresses iminentes”.
Experimento com lagartas
Em um dos experimentos, pesquisadores usaram um microscópio de fluorescência. Além disso, eles contaram com uma bomba para transferir compostos emitidos pelas plantas feridas e infestadas por insetos.
As plantas utilizadas nessa fase da a pesquisa foram geneticamente modificadas para que suas células contivessem um biossensor. Esse dispositivo se ilumina em verde quando um influxo de íons de cálcio é detectado.Quer mais notícias do mundo? Acesse nosso canal no WhatsApp
As lagartas foram colocadas em folhas cortadas de plantas de tomate e em Arabidopsis thaliana, uma erva daninha. Em seguida, os cientistas registraram as respostas de uma planta de Arabidopsis íntegra, sem insetos.
Os COVs foram concentrados em uma garrafa plástica e bombeados para cada planta receptora. As plantas não danificadas receberam as mensagens de suas vizinhas feridas, respondendo com explosões de sinalização de cálcio que se espalharam por suas folhas estendidas. Confira o processo no vídeo abaixo:

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo