Notícias

Indústria deve contratar mais. É hora de se qualificar!

As chances de alcançar uma das vagas ofertadas pelo mercado de trabalho no setor da indústria aumentam consideravelmente quando os profissionais se encontram qualificados para assumir as oportunidades no momento em que elas surgem. Setor fundamental na geração de emprego no Estado, a indústria instalada no Pará deve ofertar um bom volume de vagas ao longo de 2024, mas a qualificação profissional e o aperfeiçoamento são diferenciais competitivos importantes para quem pretende agarrar essas oportunidades.

As pesquisas de egressos, realizadas anualmente pelo Senai no Brasil, deixam evidente a relação direta entre a qualificação profissional e a maior empregabilidade. O Diretor Regional do Senai Pará, Dário Lemos, destaca que a última edição do estudo apontou que três em cada quatro ex-alunos do Senai estão empregados em até um ano de conclusão, sendo 74% no mercado formal e 51,4% na área em que se formaram. “No Pará, o número é ainda melhor: 91,2% dos egressos dos cursos técnicos do Senai estão inseridos no mercado de trabalho. Este dado comprova a importância da aproximação com o setor industrial na definição dos cursos e na incorporação das tecnologias”.
Dário explica que, atualmente, a principal demanda da indústria paraense no que se refere à qualificação profissional dos candidatos às vagas de emprego é para o setor da Construção Civil. “A principal demanda é para o setor da Construção Civil, que, segundo o Mapa do Trabalho Industrial, estudo realizado pelo Observatório Nacional da Indústria, precisará qualificar, de 2022 a 2025, mais de 30 mil pessoas no Estado”, pontua, ao citar que ainda outros setores se destacam pela alta demanda, como o de Metalmecânica, Logística e Transporte, Alimentos e Bebidas, Eletroeletrônica, Madeira e Móveis, Automotiva, Telecomunicações e Tecnologia da Informação.Conteúdos relacionados:Hospital abre vagas para contratação imediata em BelémUsinas da Paz recebem o Mutirão da Saúde; aproveite!Mais de mil presos do Pará podem concorrer a vagas pelo Enem

Presente nas cinco regiões do Estado, o Senai disponibiliza um portfólio de cursos em mais de 20 grandes áreas da indústria e em diferentes modalidades, como cursos de iniciação profissional, de aperfeiçoamento profissional, cursos de habilitação técnica e cursos de aprendizagem industrial. “Os cursos ocorrem de maneira presencial e a distância, nas modalidades Iniciação Profissional, Aperfeiçoamento, Qualificação, Aprendizagem Industrial e de Nível Técnico. Então há opções de capacitações tanto para quem quer iniciar uma nova profissão, quanto para quem deseja se aperfeiçoar na sua área de atuação”, explica o Diretor Regional do Senai Pará. “Há possibilidades para alunos a partir de 14 anos em diante”.
Diante da demanda do setor industrial por profissionais qualificados, é possível que a oportunidade de formação técnica ou aperfeiçoamento surja quando o profissional já está inserido no mercado de trabalho e, quando isso ocorre, o melhor a se fazer é aproveitar a oportunidade.
Foi exatamente este o caminho percorrido por Ruan Matias da Silva, 22 anos, aluno do curso de metalmecânica. Faltando quatro meses de concluir a formação, ele lembra que foi indicado para o curso pela empresa em que trabalha. “Eu fui contratado por uma empresa e eles me indicaram para essa área de metalmecânica, já que eu já tenho um curso técnico em segurança do trabalho e essa (metalmecânica) é uma área que eles estavam precisando de profissionais”, conta. “No início eu não pensava que eu ia me identificar tanto, mas depois que eu entrei, me interessei muito. Gostei bastante da área e futuramente eu pretendo seguir nela”.
Da mesma forma, o aluno Armando Costa, 20 anos, também decidiu aproveitar a oportunidade oferecida pela empresa em que ele começou atuando como Jovem Aprendiz. “Já na empresa falaram sobre o cargo de manutenção de máquinas industriais e ofereceram a oportunidade de fazer o curso. Tem sido surpreendente, eu tenho aprendido coisas muito interessantes sobre a indústria”, avaliou, durante a aula de tornearia. “Eu considero seguir na área, na parte de manutenção. Foi uma boa oportunidade que surgiu pra mim”.MODALIDADESEntenda as modalidades de cursos oferecidos pelo SENAIl Cursos de Iniciação Profissional: Visam preparar o profissional para o desempenho de funções básicas, de baixa complexidade ou transversais a uma ou mais profissões. Os cursos de iniciação profissional independem da escolaridade e possuem carga horária maior que 8 horas e menor que 160 horas. Podem se matricular alunos a partir de 14 anos.l Cursos de Qualificação Profissional: São cursos com carga horária mínima de 160 horas, destinados a jovens e adultos a partir de 16 anos de idade. Têm por objetivo formar e desenvolver competências de um determinado perfil profissional.Quer ler mais notícias do Pará? Acesse nosso canal no Whatsapp l Cursos de Aperfeiçoamento Profissional: Visam atualizar ou aprofundar as competências de uma determinada ocupação. São cursos que têm como requisito para ingresso uma formação inicial ou experiência profissional.l Cursos de Habilitação Técnica: São cursos que podem ser ofertados de forma concomitante ou subsequente ao ensino médio. Os cursos técnicos possuem carga horária mínima de 800 horas. Podem se inscrever alunos que tenham concluído ou que estejam cursando o último ano do Ensino Médio.l Aprendizagem Industrial: É a formação técnico-profissional de jovens de 14 a 24 anos de idade, com atividades teóricas e práticas. Para esta modalidade, o plano de curso prevê uma etapa escolar, desenvolvida pelo SENAI, e um período de prática profissional curricular na empresa contratante.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo