Notícias

Detran inicia campanha contra acidentes de trânsito

A cor amarela simboliza atenção e advertência no trânsito. Alertar e conscientizar a sociedade em geral para o alto índice de acidentes com vítimas fatais e feridos é o principal objetivo da campanha Maio Amarelo 2023, lançada ontem (2) em todo o Estado pelo Departamento de Trânsito do Estado (Detran). Durante todo o mês serão promovidas ações educativas em parceria com os órgãos de trânsito municipais. Além disso, empresas, escolas e entidades podem abraçar a campanha e gerar multiplicadores nesses espaços.
Representantes de órgãos de trânsito federais, estaduais e municipais, associações de profissionais do trânsito, ciclistas, motociclistas, Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Pará, universidades e outros segmentos participaram do lançamento da campanha no estacionamento do Estádio Mangueirão, em Belém. O evento contou com uma blitz educativa, distribuição de laços representativos do movimento e de material educativo com os principais fatores de risco. Além disso, na ocasião, os participantes receberam a visita da imagem de Nossa Senhora de Fátima.
LEIA TAMBÉM:
Jader pede informações ao MEC sobre evasão escolar no BrasilAlmeirim decreta situação de emergência após deslizamentoAo longo do ano de 2021, o Detran contabilizou um total 30.777 acidentes nas estradas estaduais. Ano passado, até o mês de setembro, foram contabilizados 22.661 acidentes. Com o tema “No trânsito, escolha a vida”, a campanha completa 10 anos este ano. A iniciativa é organizada nacionalmente pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, uma instituição social sem fins lucrativos que desenvolve ações voltadas à redução dos elevados índices de ocorrências no trânsito brasileiro.
No Pará, o Detran é um dos órgãos parceiros do Observatório na campanha, que visa a redução de acidentes em todo o estado, a partir da conscientização acerca dos fatores de risco. “O Maio Amarelo é um movimento internacional e o Brasil aderiu em 2014. O objetivo é conscientizar a sociedade sobre a questão da acidentalidade para que a gente consiga ter um trânsito mais seguro. Vamos ter palestras em empresas, ações nas escolas. Vamos fazer um grande evento técnico e trabalhar as informações. Uma grande satisfação foi a redução de acidentes nas estradas estaduais devido à implantação de radares e de um trabalho efetivo de fiscalização de alcoolemia”, pontua Bento Gouveia, diretor-técnico operacional do Detran.
O Observatório disponibiliza materiais gratuitos em seu site para qualquer pessoa, instituição ou órgão que tenha interesse de aderir ao movimento em prol da redução de acidentes no trânsito. “O tema deste ano mostra o valor da vida e é o tema que a ONU trabalha muito. Os fatores de risco são o não uso do capacete, o celular, a bebida alcoólica, velocidade, os equipamentos para menores de dez anos que são a cadeirinha, cinto de segurança e o bebê conforto. O Observatório está nesse movimento com todos os órgãos, pessoas públicas, privadas, igrejas, repartições”, disse Manoel Pinheiro, coordenador da campanha no estado, que também é coordenador na Semob e membro do Observatório.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo