Notícias

Bando Mastodontes e convidados fazem a folia da Casa Apoena

O Bando Mastodontes é quem comanda o Bloco Manada, neste sábado, 27, a partir das 18h, na Casa Apoena, em plena Cidade Velha. Além do numeroso grupo, participam da folia diversos convidados, sendo eles, o cantor marabaense Aqno, as cantoras Sandrinha e Layse e os Sinceros, e os DJs do projeto Meta Esquema.
“Continente da Luz” é o tema do bloco, uma composição de Bruna Cruz, do Bando Mastodontes. “A música remonta também a uma vibe e a uma energia próprias de carnaval. Reflete ainda uma energia de autoconhecimento, porque não dá pra gente curtir o carnaval sem se conhecer, sem respeitar a nossa individualidade e a individualidade dos outros”, afirma o baterista do Mastodontes, Caio Azevedo.
O Bloco começa seu carnaval em frente à Casa Apoena, na rua, com show de Sandrinha, intercalado com os vinis de DJS Meta Esquema e, na sequência, o público é convidado a chegar pertinho do palco e do Bando Mastodontes, que fará uma apresentação diferenciada. “Vamos fazer o nosso show numa pegada de trio de metais, que não fazemos muito. É um show bem ‘completão’, com 12 artistas no palco, trazendo muita potência, tanto das vozes femininas, do Luciano, da Carla e com essa soma do trio de metais que, pra gente, complementa o arranjo das músicas e das canções”, explica o baterista.Conteúdos relacionadosElka, tradicional bloco carnavalesco, volta às ruas de BelémPoeta paraense Antonia Nayane lança “Abraço sua crina”
No repertório, autorais e covers dão o tom da apresentação do Bando. “A gente vai fazer uma pegada bem carnaval, tanto com as nossas músicas quanto com canções de outros artistas, fazendo uma homenagem a cada um deles. Vamos tocar músicas de Dona Onete, de Caetano Veloso e depois terá mais um set dos DJs Meta Esquema”, detalha Caio Azevedo.
Um dos destaques do evento é a participação do cantor Aqno, que é produtor musical, compositor e que atua há 10 anos na música. “É um artista que a gente admira bastante e que tem essa pegada de carnaval, as músicas dele dialogam bastante com o nosso trabalho e a gente está muito feliz de recebê-lo neste show. É a primeira vez que a gente vai tocar juntos. A gente vai fazer versões do Aqno, das músicas dele, bem a cara do Bando Mastodontes. E ele vai tocar as nossas, além das músicas covers que a gente está preparando para o público curtir junto com a gente. Então vai ser algo bem diferente, inclusive dos shows do próprio Aqno. Vai ser algo inédito”, promete Caio.
Na sequência, haverá show de Layse e os Sinceros trazendo uma amostra da quarta-feira mais conhecida da cidade, as “Quartas Tropikais” no Apoena. “Layse trará seu repertório de brega e também numa pegada carnavalesca, tocando outras músicas de outros autores, enfim, trazendo o vocal e a batera dela que é muito peculiar e preciso. A discotecagem do Meta Esquema também é uma festa que está bombando na cidade, que é somente de vinis”, destaca Caio, que também é produtor do projeto de discotecagem em vinil e, nas últimas edições, eles trouxeram KL Jay, do grupo Racionais MC’s, e ofereceram um workshop para DJs e interessados na discotecagem em vinil.Quer saber mais notícias de entretenimento? Acesse nosso canal no Whatsapp
FAMÍLIA
Show de carnaval ao lado do Mastodontes, diz Aqno, é ser família. “Receber esse convite foi maravilhoso. Eu sou muito fã do Bando Mastodontes e amigo de todos, então é como ser chamado para um churrasco na casa de um amigo num domingo, a gente sabe que vai se divertir, que vai estar em comunhão, comungando de uma festa tão maravilhosa que é o carnaval. Estou bem ansioso”, confessa o cantor, que promete misturar bastante essas musicalidades.
“Carnaval, pra mim, é a festa do povo. É uma expressão popular, onde a gente expressa a nossa cultura e como é uma festa de ponta a ponta do Brasil, enquanto artista paraense, ele tem as suas nuances. Viver o carnaval na Amazônia tem os seus recortes, a força e a alegria do povo da Amazônia. É um momento de alegria, de celebrar a diversidade, de celebrar a cidade também, de ir pra rua, conectar as pessoas. No show, o que não pode faltar é música com pegada paraense. Tem muita música nossa, então pode esperar muito carimbó, muito brega”, promete Aqno.
“O palco, pra mim, é um lugar muito sagrado, onde eu me encontro, extravaso, onde eu posso esquecer os meus problemas. E acabo me tornando um veículo pra fazer as pessoas esquecerem os dela também”, completa.MAIS FOLIABloco ManadaQuando: 27/01 (sábado), a partir das 18hOnde: Casa Apoena(Rua São Boaventura, 171 – Cidade Velha)Quanto: Shows na rua são gratuitos; entrada na casa a R$20Informações e reservas: (91) 98800-4666

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo